segunda-feira, 3 de outubro de 2016

A arte de Ilya Repin - "Os barqueiros do Volga" e outros

I - lya Repin


Ilya Repin foi um pintor e escultor ucraniano nascido em 1844 em Tchougouiev, província de Kharkov, (antes foi "Sloboda Ucrânia" e agora atual Ucrânia),  na época parte do Império Russo. Por isso ele é também é chamado / considerado como pintor russo.  Nessa perspectiva ele foi o pintor russo mais famoso do século XIX e seu prestígio era equiparado ao de Leon Tolstoy na literatura.

Filho de um soldado, ele iniciou seus estudos com um pintor de ícones. Em seguida, entrou para a Academia Imperial de Belas Artes de São Petersburgo em 1863, onde estudou até 1871. Viajou pela Itália e Paris de 1873 a 1876.

O seu estilo realista, expressava grande profundidade psicológica e expunha as tensões na ordem social vigentes no útimo período dos Czares.


II - Os Barqueiros do Volga (1873) - Ilya Repin (1884 a 1930),  Museu Russo - São Petersburgo


Os barqueiros do Volga, Ilya Repin, 1873

- Histórico


No ano de 1868, em visita ao Rio Neva para pintar barcos de passageiros, Ilya Repin se deparou com a cena que o marcou: trabalhadores maltrapilhos puxando um barco com seus corpos amarrados a cordas, sujos de barro, muitos deles sem camisa. Os rostos eram pesados, marcados, onde o suor escorria. Contrastavam muito com os passageiros do barco, especialmente as perfumadas e elegantes senhoras da sociedade. Ilya Repin disse a seu amigo: “Que imagem é esta? Pessoas tratadas como animais!” E disse que essa visão o deixou tão impressionado que não parava de pensar naqueles homens sujos, carregando cargas pesadas sobre a lama. Fez um esboço do que viu, que depois pintou."


Fonte: Mazé Leite em seu blog "Arte & Ofício" (http://artemazeh.blogspot.com.br/…/o-artista-russo-ilya-rep…

- Repercussão do Quadro.

O quadro foi imediatamente reconhecido pela crítica, apesar de ser fortemente combatido pelo reitor da Academia de Belas Artes. No entanto algumas vozes de peso se levantaram em defesa de Ilya. Uma delas foi Dostoievski, que observou sobre o quadro: "É impossível não amá-los, estes inocentes.

Os barqueiros no caso são os 11 rebocadores que puxam o barco. A expressão deles é marcante. O quadro é altamente expressivo.

III - A resposta dos Cossacos Zaporoxhian ao Sultão Mahmoud IV



A respostas dos Cossacos, Ilya Repin, 1880-1891


Em 1675, os cossacos de Zaporogian – uma região semiautônoma do centro da Ucrânia – derrotaram as forças do sultão Mehmed IV em batalha. Em vez de se resignar com a derrota, o líder otomano mandou a eles um ultimato, exigindo que se rendessem e o aceitassem como seu monarca. Os cossacos, com seu agudo senso de independência, responderam com uma das cartas mais grosseiras da história, se não a mais. Essa resposta deu origem à obra "A Resposta dos Cossacos", do artista Ilya Repin, concluída no final do século 19. A resposta, é repleta de grosserias e palavras de baixo calão. O realismo do quadro na expressão dos cossacos é sensacional.



A análise da obra você encontra na seção Arte da edição 144, de julho de 2015, de Aventuras na História.



IV - Leo Tolstoi descalço


Leo Tosltoy, Ilya Repin, 1901
Ilya Repin e Leo Tolstoy foram amigos próximos por muitos anos. O pintor frequentemente visitava o escritor na "Yasnaya Polyana" (casa de campo de Tolstoy), onde ele pintou uma galeria inteira de retratos da vida. Em 1891, Repin fez um estudo do escritor rezando em uma florestas de bordo (maple tree); Esse modelo depois foi desenvolvido em um grande quadro em tamanho real de Tolstoy. O escritor posou várias vezes para Repin em seu jardim. 

Leo Tosltoy descalço reflete muito o lado espiritual do escritor. Desejoso de adotar uma vida simples, Tolstoy frequentemente se envolveu com trabalhos manuais. Repin estava impressionado com o grande escritor: " "Não importa como este gigante se humilha ou cobre seu poderoso corpo em trapos mortais, o Zeus nele sempre brilha."

O artista levou dez anos para completar o retrato, que transmite estado de concentração e auto-imersão do escritor. Repin também estava interessado na expressividade plástica de sua aparência exterior. A postura do escritor  com o gesto das mãos enfiada no cinto é característica. Natural e simples, o retrato que Repin fez de Tolstoy reflete  o que o artista sempre aspirou.




V - Outras Obras de Ilya Repin


Condesa Natalia Golovina, 1896
Saint Nicholas of Myra saves 3 innocents from death, 1888


VI - O Museu Russo de São Petersburgo


O Hermitage é um dos museus mais importante dos mundos e um dos mais belos. As suas salas e suas coleções são imperdíveis e a sua visita é obrigatória. Entretanto imperdível também é uma visita ao Museu Russo nessa mesma cidade. É aqui que encontramos e podemos apreciar com mais calma a arte russa em toda a sua essência. Artistas como Ivan Aivazovsky, Viktor Vasnetsov, Konstantin Makovsky, Ilya Repin, Vasily Polenov and Vasily Surikov estão presentes no Museu Russo.



VI - Fontes:


Fotografia: Wikipedia, wikimedia commons


Texto: Wikipedia em Inglês e Mazé Leite em seu blog "Arte & 
Ofício"http://artemazeh.blogspot.com.br/…/o-artista-russo-ilya-rep…)

Nenhum comentário:

Postar um comentário