terça-feira, 13 de setembro de 2016

Parque Nacional dos Arrayanes - Península de Quetrihué, Villa la Angostura

I - Arrayan


O termo arrayan faz referência a uma série de árvores e arbustos da família das Mirtaceas. Em particular a árvore mostrada é da família Luma apiculata, uma árvore que floresce na América dos Sul, particularmente no Chile e Argentina, e também é chamada pela sua coloração de  murta chilenatemu ou pau colorido




Descrição




A luma apiculata (murta chilena) cresce lentamente, formando uma pequena árvore de cerca de 10 a 15 m, raramente atingindo 20 m. Seu tronco aparece torcido e contorcido e tem boa casca, de cor cinza a laranja-acastanhado brilhante, que descasca quando a árvore cresce. Seu fruto é uma baga preta ou azul comestível de 1,0 cm de diâmetro.

Habitat



A murta chilena cresce ao longo das correntes de água nas florestas temperadas no Chile, na Argentina, ela cresce a partir de Neuquén para o sul para o rio Chubut . A principal floresta  está na Península Quetrihué (nome Mapuche para 'murtas') dentro do Parque Nacional Los Arrayanes , na Argentina. Ela também pode ser encontrada em menor número ao longo do rio Arrayanes no Parque Nacional Los Alerces .



Algumas árvores nessas áreas  protegidas chegam até 650 anos de idade. A floresta de murta chilena notável do Parque Nacional Los Arrayanes abrange 20 ha da Península Quetrihué, onde as murtas cor de canela quase não deixam nenhum espaço para outras árvores.


Uso


Seu fruto é apreciado no Chile e Argentina e suas flores são importantes para a produção de mel. A murta chilena tem usos medicinais para o povo Mapuche. Também é mantido como bonsai e cultivadas em jardins para o contraste da folhagem com os caules vermelho brilhante delgado. 

Lenda

Conta-se que a cor avermelhada dos arrayanes, teria inspirado Walt Disney na criação do cenário do filme Bambi. Inclusive, a antiga cabana de lenhador mostrada na foto abaixo, é chamada de cabana Disney por muitos. Hoje ela é um pequeno café no meio do bosque.



Ao que parece tudo não passa de uma lenda devido ao fato do bosque dos Arrayanes ser literalmente cinematográfico.


II - Bosque / Parque Nacional dos Arrayanes


O Parque Nacional Los Arrayanes compreende a Península de Quetrihué que desemboca no Lago Nahuel Huapi, no sul da Província de Neuquén. Ele possui uma superfície de 1.796 hectares pertencentes a ecoregião dos bosques pantagonicos. 



A Península de Quetrihué era uma parte integrante do Parque Nacional Nahuel Huapi desde a sua criação. Então, por considerações técnicas legais considerou-se adequado criar uma administração independente para essa área. 




O Parque Nacional fica na Villa la Angostura, Neuquen, mas é muito próximo de Bariloche. Um dos passeios mais bonitos/procurados da região é o que visita de Catamarã a Isla Victoria e em seguida o Parque Nacional dos Arrayanes

O ponto de partida e chegada é no Porto de Panuello junto ao Lao Lao. 



Navegação no Lago Nahuel Hapi


Gaivota sobrevoando o Catamarã no lago Nahuel Hapi


Referências


- Site do Parque Nacional dos Arrayanes
- Wikipedia - Arrayan, Luma Apiculata
- Fotos e Notas de Viagem: HistoriacomGosto

Nenhum comentário:

Postar um comentário