terça-feira, 27 de dezembro de 2016

"Perdido na Tradução" - Um Livro de Ella Frances Sanders

I - Introdução



"Em um mundo altamente conectado e comunicativo, temos mais maneiras do que nunca de nos expressar, de dizer aos outros como nos sentimos e de explicar a importância ou a insignificância de nossos dias. A velocidade e a frequência de nossas trocas deixam espaço suficiente para mal-entendidos, porém, e agora talvez mais do que nunca, o que realmente queremos dizer se perde na tradução. 

As palavras neste livro podem ser respostas a perguntas que você nem sabia perguntar, e talvez algumas que você tenha feito. Eles podem identificar emoções e experiências que pareciam indescritíveis, ou podem fazer com que você se lembre de uma pessoa que você tenha esquecido há muito tempo. 

Se você tirar alguma coisa desse livro, deixe que seja a afirmação que você é humano, que você está ligado a cada pessoa do planeta através de linguagem e dos sentimentos. 

Espero que este livro ajude a encontrar algumas partes perdidas há muito tempo dentro de si, que traz à mente boas lembranças, ou que ajuda a colocar em palavras pensamentos e sentimentos aquilo que você nunca poderia expressar claramente antes."


Autora: Ella Frances Sanders


No livro, Ella Frances faz as ilustrações de várias palavras escolhidas, que tem um significado específico na língua apresentada. 


II -  Exemplos de Expressões com Sentidos específicos em algumas línguas


 Boketto


"Boketto" é uma palavra japonesa sem uma tradução exata para inglês / português. A idéia por trás da palavra é "contemplar o céu sem um pensamento específico. Se deixar perder na distância."




Tsundoku



Tsundoku, que também é uma palavra japonesa, representa o ato de comprar um livro e sem lê-lo, empilhá-lo junto a outros também não lidos.





- Iktsuarpork

Iktsuarpok é uma palavra que vem do inuíte (região do Ártico na América do Norte), e representa o ato de "impacientemente, ir ao lado de fora da casa, repetidamente, checar se alguém que você espera está vindo."




- Mangata


Palavra sueca usada para descrever o caminho de luz proporcionado pela reflexão da luz da lua na superfície da água





- Wabi-Sabi



Palavra japonesa que representa a aceitação do ciclo de vida e morte passando a descobrir a beleza nas imperfeições.



- Forelsket

A indescritível euforia experimentada quando você começa a sentir apaixonado. Termo norueguês;






- Saudade


Palavra em português que representa a falta que se sente de uma pessoa ou de uma coisa amada mas que está longe ou não se tem mais.  




Observação: A língua japonesa tem três formas de escrita - Katakana, Hiragana e Kanji. As duas primeiras formas escritas são formadas por sílabas e normalmente se usa para se referenciar a coisas estrangeiras. O Kanji que é a forma normal utilizada, é constituída por ideogramas onde cada símbolo representa uma idéia e a combinação de dois deles pode formar uma frase com sentido diverso. 


Refiro-me a isso pois das sete palavras apresentadas, três são japonesas. Isso tem a ver justamente com o fato de que no Kanji a palavra representa uma idéia.


Obviamente temos palavras em várias línguas, mas esse fato me chamou a atenção.


III - Referências


Lost in Translation - Livro de Ella Frances Sanders


Nenhum comentário:

Postar um comentário