terça-feira, 5 de julho de 2016

A Catedral (Duomo) de Florença

I - Catedral Santa Maria del Fiori de Florença


A Catedral de Santa Maria del Fiore foi terminada em 1434 e é a principal construção histórica da cidade. Ela é a quarta maior catedral do mundo, depois da  Basílica de São Pedro (Vaticano), Catedral de São Paulo (Londres), Catedral de Milão (Milão).


A Igreja possui 153 metros de comprimento e 90 metros de largura no transepto (parte interna horizontal da nave que forma uma cruz), enquanto o tambor da cúpula possui 54 metros.


                 Visão geral de Florença com o Duomo ao fundo - foto de Littleaom



A Igreja foi projetada por Arnolfo di Cambio que expandiu a estrutura religiosa existente. A contrução iniciou-se em 1296 e com a morte de Arnolfo em 1302, o projeto foi tocado pelo famoso pintor e arquiteto Giotto di Bondone  mas seguindo o projeto original de Arnolfo. 

A construção da Catedral foi terminada em 1367 sendo coberto por mármores coloridos seguindo as caracteríticas do Batistério já terminado. A construção deixou inacabado o domo e a fachada. 

Para a construção do Domo houve uma competição entre os arquitetos da época e os ganhadores foram Lorenzo Ghiberti e Filippo Brunelleschi. Na prática foi Brunelleschi que realmente construiu o Domo demonstrando um grande conhecimento técnico. O Domo foi concluído em 1436. 

 A fachada foi construída ao longo dos anos e somente foi concluída no século XIX.

2. - A Catedral - Nave Principal



A catedral é construída sobre o modelo de basílica, mas não possui as "absides" axiais tradicionais. O corpo é uma basílica de três naves, divididas por grandes pilares compostos, de cujas bases se desenvolvem a estrutura arquitetônica que culminam nas abóbadas góticas.As dimensões são enormes: 153 metros de comprimento e uma largura de 38 metros no lado mais estreito. As absides norte e sul são afastados uma da outra por 90 metros. A altura final do templo, do chão ao topo da cúpula interior, é de cerca de 90 metros



Interior da Catedral visto de cima - foto de www.visitflorence.com

Quadro antigo - Interior Catedral - Fabio Borbottoni (1820-1902)


      Interior da Catedral por Fabio Borbottoni (1820-1902)- foto de Sailko em wikimedia commons




3. - A Torre / Campanário de Giotto


Após a morte de Arnolfo di Cambio, Giotto passou a supervisionar o trabalho de construção da Catedral de Santa Maria del Fiore. Entretanto sua maior atenção foi dedicada ao campanário, tendo ele substituído o projeto original por um de sua autoria, respeitando o conjunto. 

Giotto forneceu um projeto original da torre campanária, com uma terminação cúspide piramidal de 50 braços florentinos (cerca de 30 metros) de altura. Segundo o projeto, a altura total deveria ser de cerca de 110-115 metros, mas o tamanho real é de 84,75 metros.






O estilo de Giotto é mais evidente na originalidade do refinado revestimento em mármore branco, verde , e vermelho, e, principalmente, no grandioso ciclo figurativo que enfeita a base do campanário: uma série de representações que associa o Campanário a outras grandes obras da escultura figurativa como os portais das catedrais românicas e góticas.

Giotto permaneceu como chefe das obras do campanário até a sua morte, em 1337 sendo sucedido por Andrea Pisani que a chefiou até 1348 corrigindo alguns problemas de estabilidade da estrutura. Depois de uma interrupção das obras por causa da peste negra, o campanário foi concluído em 1359 por Francesco Talenti, que pode concluir rapidamente os trabalhos pois não havia mais problemas de estática para resolver.



4. - O Domo - Características Construtivas


Na época que Arnolfo di Cambio projetou o Duomo em 1294, ele previu a construção de uma grande cúpula simbolizando a grandiosidade de Florença. Entretanto, na época não existia uma solução construtiva para cobrir os 41 metros de vão livre.


Em 1419, na Itália, o projeto de Filippo Brunelleschi foi o vencedor do concurso de arquitetura para a construção da cúpula da Catedral de Florença, Santa Maria del Fiore. Mais de 500 anos depois de sua construção, o domo projetado por Brunelleschi continua sendo a maior cúpula de alvenaria já construída. Sem vestígios de desenhos ou esboços, os segredos de sua construção permanecem um enigma até os dias de hoje.


Vídeo da National Geographic com provável esquema de construção dodomo



                          Vídeo Construção do Domo de Florença - NatGeo no Youtube


"A construção da cúpula da Catedral de Florença (era) um dos eventos germinais de arquitectura renascentista, ...,. O problema tinha sido colocado no meio do século XIV, quando o plano definitivo para a travessia octogonal tinha sido previsto. O diâmetro da cúpula de 39,5 metros (130 pés) em uma altura de 60 metros, impediu o uso tradicional de estruturação de madeira para apoiar a construção da abóbada, enquanto o uso de contrafortes como em catedrais góticas do norte foi descartada pelo design do edifício " 

(Michael Raeburn, ed. Arquitetura do mundo ocidental).





Dados da Cúpula


Diâmetro:  45,5 metros
Altura final: 91 metros de altura
Peso: Aproximadamente 35.000 a 37.000 toneladas
Qtd. Tijolos: 4 milhões de tijolos

Base da Cúpula: Octogonal (oito lados)
Método: Concha dupla com tijolos intertravados

Máquinas especiais foram desenvolvidas para elevação do material




5. - O Domo Internamente - Painel do Juízo Final



Internamente o domo foi decorado por uma pintura do Juízo Final, concebida e executada por Vasari até 1574 quando este faleceu. As obras, que duraram de 1572 para 1579 , foram então contratados por Federico Zuccari e colaboradores, como Domenico Cresti .




                     Teto da Cúpula internamente - Juízo Final - foto de Sailko

6. - A Fachada


A fachada desenhada por Arnolfo di Cambio, só foi começada em meados do século XV, por vários artistas, em uma obra coletiva. Entretanto, ela só foi terminada até o terço inferior. Esta parte foi desmantelada por ordem de Francesco I de Medici entre 1587 e 1588, pois era considerada totalmente fora de moda naquela época.

Um concurso posterior para criação de um novo modelo não foi concluído. Até o século XIX a fachada estava completamente vazia. 

Em 1864, Emilio de Fabris venceu um concurso com um novo modelo, que é a que vemos hoje, um enorme e magistral trabalho de mosaico em mármores coloridos em estilo neogótico, com uma volumetria dinâmica e harmoniosa. Terminada em 1887, foi dedicada à Virgem Maria, e é ricamente adornada com estatuária de elegante e austero desenho. Em 1903 terminaram-se as monumentais portas de bronze, com várias cenas em relevo e outras decorações.








7. - Coerência Catedral e Batistério 


O acabamento externo, a arquitetura e os materiais utilizados na Catedral, fazem um conjunto harmônico com o Batistério que era uma construção já existente na época.


Batistério de São João em primeiro plano, foto de Sailko em wikimedia commons



8. Referências


Wikipedia - Catedral Santa Maria del Fiore 
site: www.visitflorence.com
site www.florencepictures.com
site: florenceinmuseuns.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário