quinta-feira, 23 de junho de 2016

Salas de Espetáculos V - Teatro Mariinsky, São Petersburgo

I - O Teatro Mariinsky


O Teatro Mariinskiy é um teatro histórico, de ópera e balé, localizado na cidade russa de São Petersburgo. 

Inaugurado em1860, tornou-se o teatro russo mais proeminente na área musical durante o século XIX, palco da estreia de muitas obras-primas de Tchaikovsky, Mussorgsky, e Rimsky-Korsakov. 

Atualmente a direção geral está sob a responsabilidade do maestro Valery Gergiev.


                 fachada do Teatro Mariinsky - foto de irisphoto1 / Shutterstock.com


II - Histórico do Teatro




O teatro imperial da ópera e do ballet em São Petesburgo foi estabelecido em 1783 no mandato de Catarina, A Grande. Originalmente as performances de ballet e ópera eram realizadas no Teatro Karl Knipper em Tsaritsa Meador. O Teatro Hermitage, ao lado do Palácio de Inverno, foi usado como lugar para performances para o público da elite, convidados aristocráticos da Imperatriz.




Um teatro permanente foi construido para a nova companhia de ópera e ballet e foi desenhado por Antonio Rinaldi e aberto em 1783. Conhecido como Teatro Imperial Bolshoi Kamenny, era situado na Praça do Teatro. Em 1836, o teatro foi redesenhado pelo arquiteto Albert Cavo (filho de Catterino Cavos, um compositor de óperas) e serviu como o teatro principal do Ballet Imperial e para ópera. No dia 29 de Janeiro de 1849 foi inaugurado. Tinha o dobro do tamanho do antigo teatro. E a estrutura tinha o estilo neo-bizantino. Dez anos depois foi reconstruído por Cavos, tinha a capacidade de 1.625 espectadores e um estilo italiano. O teatro foi, novamente, reaberto dia 2 de Outubro de 1860 com a performance de "Uma vida pelo Czar", de Mikhail Glinka. O novo teatro foi nomeado Mariinsky pela imperatriz Maria Alexandrovna.








III - A arquitetura do teatro


III.1 -  A Fachada


A maior parte dos adornos da fachada neorrenascentista foi acrescentada na reforma de 1883 a 1886 por Viktor Schroter.

                      Fachada do Teatro MAriinsky - foto de Ovchinnikova Irina / Shutterstock.com


III.2 -  O Palco


Cortina Atual


Desenhada em 1914 por Aleksandr Golovin quando o ballet russo vivia sua fase áurea, essa cortina exuberante já revelou inúmeros bailarinos mundialmente famosos.




- Cortina na época do Império




- O Teto


O teto do Teatro foi criado e executado pelo artista italiano Enrico Franchioli em 1856. Ele é decorado com bailarinas e cupidos.



- O Foyer


"Foyer" significa salão, nos teatros, onde os espectadores aguardam o início de uma apresentação, ou tomam drinques etc. nos intervalos.




O do Teatro Mariinsky não é dos maiores mas é muito charmoso.


- Os Camarotes e Platéia

O Mariinsky não é um teatro grande. Com uma capacidade de 1625 lugares ele tem também apenas 4 níveis de camarotes. 






III - O Corpo de Ballet Mariinsky  


Nomeado no início como Teatro e Corpo de Baile Mariinsky, no período da revolução comunista o Teatro foi renomeado de teatro e corpo de baile Kyrov em homenagem a um membro renomado do partido de nome Kyrov.

Tendo produzido desde o início bailarinos muito talentosos, no período comunista não foi diferente. O povo identificou na dança uma forma de expressão e liberdade de criação proibida em qualquer outra atividade. Para o partido a existência de execelência nessa área artística era uma forma de afirmação da potência e superioridade do regime. 

Grandes Talentos surgidos no Corpo de Ballet do Mariinsky em São Petersburgo

Bailarinos: Waslav Nijinsky(12/03/1889 a 08/04/1950), Rudolf Nureyev (17/03/38-06/01/93), Mikhail Baryshnikov (27/01/48) entre  os homens. 

Bailarinas: Anna Pavlova (31/01/1881 a 23/01/1931), Svetlana Zakharova ( 10/06/79) e Ulyana Lopatkina (23/10/73)

Os exemplos acima são algumas das maiores referências mundiais da dança. Nureyev e Baryshnikov pediram asilo no ocidente algum tempo depois de sua fama e durante apresentações do grupo no exterior. 



IV - Exemplos de Grandes Apresentações do Mariinsky


a) O Lago dos Cisnes - Ballet Mariinsky - Ulyana Lopatkina




O Lago dos Cisnes é um balé dramático em quatro atos do compositor russo Tchaikovsky que estreiou em fevereiro de 1877 no Teatro Bolshoi em Moscou. Em 15 de janeiro de 1895 foi apresentada para a Corte Imperial no Teatro Mariinsky em São Petersburgo. 


O cenário, inicialmente em dois atos, foi formado a partir de contos populares russos  e conta a história de Odette, uma princesa transformada em um cisne pela maldição de um feiticeiro mau.

A primeira apresentação foi um fracasso devido à má-interpretação dos bailarinos e da orquestra, e também à pobreza do figurino. Como Tchaikovsky morreu em 1893 ele não viu uma segunda montagem da sua peça que viria a se transformar em uma das mais famosas de todos os tempos.


b) - Quebra-Nozes - Valsa das Flores





O Quebra-nozes é o segundo dos três balés, compostos por Tchaikovsky. Sua primeira apresentação foi em 18 de dezembro de 1892 no Teatro Mariinsky.

O ballet conta uma história em que a fantasia e magia, típicas do romantismo, contam as aventuras de um quebra-nozes de aparência humana, vestido como um soldado, mas que tem as pernas e a cabeça de tamanho desmensurado. 

A terceira peça de balé de autoria de Tchaikovsky é a "Bela Adormecida".


c) Ópera - Boris Godunov



Boris Godunov é uma ópera de Modest Mussorgsky, baseada no drama homônimo de Alexandre Pushkin, escritor e poeta russo. Estreou aos 27 de janeiro de 1874 no Teatro Mariinsky, em São Petersburgo.

A ópera narra algumas passagens da história do czar Bóris Godunov, e a luta entre o povo russo e o povo polonês.




 VI - Referências


- Teatro Mariinsky - Wikipedia em português e inglês
- Site oficial Teatro Mariinsky
- Guia Visual Folha de São Paulo
- Youtube: O Lago dos Cisnes / O Quebra Nozes / Boris Godunov

Nenhum comentário:

Postar um comentário